Vai um docinho?

08/05/2007 5 Comentários por
 

Assim à primeira vista parece que não é verdade, mas a realidade é mesmo que… isto são mesmo bolos!!

A Capela Sistina dos pasteleiros.

Ora apreciem.

43_torty.jpg

15_torty.jpg

10_torty.jpg

36_torty.jpg

13_torty.jpg

19_torty.jpg

42_torty.jpg

Visto em: http://g4guru.com

Curiosidades

5 Responses to “Vai um docinho?”

  1. Anonymous says:

    Meu caro, vemo-nos por aí, não por aqui:http://aberratio.blogspot.com/2007/05/para-que-conste.html

    Atenção à creative commons licence do meu blog e as consequências que advêm
    da sua violação no território português.

  2. Anonymous says:

    Resposta ao visitante Golfinho:

    Meu caro senhor, antes de mais devo dizer-lhe que nem fazia ideia que o Sr tinha um blog com o mesmo nome e com a mesma frase, mas em inglês. Apesar de isso não mudar absolutamente nada para o caso, pois não é proibido ter dois blogs com o mesmo nome pois não carecem de registo obrigatório e único.

    Em segundo lugar a palavra CoeXisT, escrita desta forma, foi divulgada mundialmente pelos U2 nos seus concertos na tournée de 2005, em cujo concerto em Portugal eu estive presente e onde tive o 1º contacto com a mesma.

    Em terceiro lugar, a frase que o Sr. utiliza no seu site, na versão inglesa, pertence ao Bono e a mais ninguém.

    Ora assim sendo e seguindo o seu raciocínio, o Sr. bem antes de mim, já não tinha o direito de:

    1 – usar a palavra CoeXisT, pois a mesma não lhe pertence mas sim aos U2.

    2 – usar a frase da autoria do Bono a não ser que tenha uma declaração escrita e assinada pelo mesmo a dar-lhe autorização para a utilizar.

    A verdade é que tanto a palavra como a frase em questão, são do domínio público e se alguém pode ter direitos sobre elas, na forma em que estão expressas no meu e no seu Blog, são os U2 e mais ninguém.

    Por isso deixe-se de fantasias e de se tentar dar mais importância do que a que realmente tem, pois o Sr. tem tanto direito de utilizar as palavras em questão, como eu ou outra pessoa qualquer. São do domínio público e nem eu nem ninguém está a imaginar os U2 a processarem alguém por usarem a palavra CoeXisT ou a frase dita pelo Bono. Antes pelo contrário, até ficam satisfeitos por a mensagem implicita estar a ser divulgada. Tal e qual como o Sr deveria ficar, mas a sua mesquinhez não lho permite.

    Aliás se fizer uma pesquisa no Google pela palavra Coexist verá a quantidade de sites e blogs que existem com essa designação. Porque não lhes envia um email a acusar que estão (na sua opinião) a violar a sua licença Creative Commons?

    A frase em questão enquadra-se perfeitamente na área das citações e nada impede que eu tenha como subtítulo no meu blog a citação que bem entender. Ou será que se eu utilizar no meu site uma citação do Camões, tipo “amor é fogo que arde sem se ver” mais ninguém a partir daí a pode utilizar num site seu? Será que é assim? Que lhe parece?

    A verdade é que a Creative Commons aplica-se apenas aos conteúdos CRIADOS POR SI, de sua autoria, e não aos conteúdos que o Sr. plagiou de outros (neste caso dos U2).

    Por isso, se não percebe algo tão simples lamento, não irei perder mais tempo a explicar-lhe algo tão óbvio.

    PS: entretanto agradeço que deixe ficar no seu blog o seu post sobre o meu site, pois aumenta-me o número de visitas. Obrigado. 🙂

  3. Anonymous says:

    😉 seja feita a sua vontade em nome da coexistência 😛
    Já suavizei o conteúdo do post… e acrescentei alguns dados que esclarecerão o que escreveu aí, que tem algumas incorrecções e explicito melhor no comentário.
    Agradecia que não se ficasse pelo meu primeiro comentário, mas lesse os seguintes para compreender toda a envolvência da questão.

    Abraços blogosféricos, sinceros; em nome dos U2, tudo se faz, tudo se supera.

    Walk On!

  4. Anonymous says:

    Sabe que mais? Vou apagar aquilo! Um abraço!
    Vá, mas por favor, muito U2 e coexistência por aqui 🙂

  5. Anonymous says:

    Ok, fico satisfeito por ver que o bom senso imperou neste assunto.

    Não criei este blog para ganhar fama ou tentar plagiar alguém e por isso mesmo não gosto que me façam acusações sem fundamento.

    O título do meu blog reflecte bem a minha postura na vida: coexistência.

    Fique bem e volte mais vezes, mas sempre com o intuito de se divertir neste meu modesto espaço.

    Cumprimentos.

Leave a Reply