O Pai Natal malcriado da Microsoft

11/12/2007 Sem Comentários por
 

painatal.jpg
(clica para aumentar a imagem)

O Pai Natal da Microsoft não vai receber nenhuma prenda do tio Gates este ano, depois de ter respondido com termos impróprios a um convite para comer pizza.

Tal como no ano passado, as crianças que adicionaram o endereço do Pai Natal (northpole@live.com) à sua lista de contactos do Windows Live Messenger puderam trocar mensagens instantâneas com o “bom velhinho”, que lhes perguntava o que queriam receber no Natal.

Do outro lado do ecrã não se encontrava uma pessoa, mas um programa de computador – denominado bot – que, graças à inteligência artificial, é capaz de responder coerentemente às perguntas dos mais pequenos.

Até que um leitor do site de tecnologia “The Register” revelou que o Pai Natal respondeu com sexo oral a um convite para comer pizza que as sua sobrinhas menores lhe endereçaram.

Um dos autores do site, Chris Williams, recriou a conversa e confirmou que o Pai Natal está a precisar de pimenta na língua. Depois de renunciar aos pedidos insistentes de Williams para comer pizza, respondeu da seguinte forma: «Queres que eu coma o quê?!? É divertido falar sobre sexo oral, mas queria falar sobre outra coisa qualquer…».

A conversa entre os dois terminou com uma nada amigável troca de insultos: «Seu porco canalha!» atirou o autor do “The Register”. «Acho que tu és um porco canalha», replicou o “Papai Noel”.

A Microsoft já reagiu através de um porta-voz, Adam Sohn, que revelou os engenheiros de Redmond retiraram as palavras ofensivas do vocabulário do Pai Natal mas que, apesar das alterações, a empresa não se sente confortável em mantê-lo online, revela a AP.

O porta-voz da Microsoft explicou que a tirada imprópria do Pai Natal deve-se ao facto de o terem pressionado a «fazer coisas que não era suposto fazer».

Sohn disse ainda que a Microsoft não tinha conhecimento deste tipo de linguagem no código do programa, e sublinhou que a empresa não acredita que se tenha tratado de uma partida de um dos seus funcionários.

Fontes: The Register AP/Yahoo!

Curiosidades, Notícias
No Responses to “O Pai Natal malcriado da Microsoft”

Leave a Reply