Apple processada por práticas anti-concorrenciais

29/01/2008 Sem Comentários por
 

Stacie Somers, proprietária de um iPod, alega que a Apple mantém um monopólio ilegal no mercado da música digital, por não suportar o formato WMA (Windows Media Audio).

O processo, accionado em 31 de Dezembro no Tribunal Distrital do Norte da Califórnia, EUA, acusa a Apple de «comportamento monopolista» e alega que a empresa coloca «restrições tecnológicas desnecessárias e injustificadas» nos seus produtos mais populares, noticia a “InformationWeek”.

apple-itunes-offer.jpg

De acordo com a acção, o CEO da Apple, Steve Jobs, comparou o domínio da Apple no mercado da música digital com o da Microsoft nos computadores pessoais. Numa reunião com analistas financeiros Steve Jobs ter-se-á referido à loja de música virtual da Apple, a iTunes, como «a Microsoft das lojas de música», pode ler-se.

A queixosa refere ainda que o facto de o iPod não suportar ficheiros de áudio digital WMA não se deve a questões financeiras, já que, defende, o custo de licenciamento do formato não ultrapassa os 3 cêntimos de dólar por cada iPod vendido em 2005.

Mas a queixa vai mais além, acusando a empresa de Steve Jobs de «desactivar deliberadamente» a funcionalidade de reprodução do WMA num dos componente do iPod – o Portal Player System-On-A-Chip.

Stacie Somers pretende que o tribunal obrigue a Apple a cessar a sua alegada prática anti-concorrencial e que lhe pague danos não especificados.

Mais informação: Information Week

Actualidades, Notícias
No Responses to “Apple processada por práticas anti-concorrenciais”

Leave a Reply