A bandeira de Portugal

14/03/2008 Sem Comentários por
 

Como era a bandeira antes da República?

bandeira.gif
Bandeira Monárquica

A bandeira da monarquia era azul e branca, dividida em partes diferentes tal como a nossa. Também tinha o brasão, chamado de “escudo nacional”, e a esfera armilar. Mas havia outra diferença: a bandeira da monarquia tinha uma a coroa por cima do brasão. Claro que numa república não há coroas, por isso a nossa não a tem!

O azul e o branco tinham sido escolhidos como “cores nacionais” há 200 anos. Mas essas cores já existiam na bandeira há centenas de anos!

A 19 de Junho de 1911, depois de se implantar a República, a Bandeira Nacional substituiu a Bandeira da Monarquia Constitucional.

bandeira1910.gif
Bandeira Nacional pós Monarquia

A Bandeira Nacional é dividida na vertical com duas cores fundamentais: verde escuro do lado esquerdo (ocupando dois quintos) e encarnado à direita (ocupando três quintos).

– a cor vermelha é uma cor de força, coragem e alegria, que representa o sangue derramado pelos portugueses.

– cor verde, a cor da esperança e do mar, foi escolhida em honra de uma batalha onde esta cor deu a vitória aos portugueses.

Ao centro, sobre as duas cores, tem o Escudo das Armas Nacionais e a Esfera Armilar Manuelina, em amarelo e avivada de negro.

brasao.gif
Escudo da bandeira nacional

E as restantes cores no escudo significam o quê? Parece que houve muitas discussões por causa delas. Acabou por se decidir que:

– o branco representa a paz;

– o Escudo lembra a defesa do território;

– as Quinas, a azul, representam as primeiras batalhas na conquista do País (diz-se que são os cinco reis mouros vencidos na Batalha de Ourique por D. Afonso Henriques);

– cada quina contém cinco pontos brancos: as cinco chagas de Cristo que ajudou D. Afonso Henriques a vencer esta batalha;

– os sete castelos amarelos representam os castelos tornados aos mouros por D. Afonso III.

esferarmilar.gif
Esfera armilar

Sabes o que significa a esfera armilar? Foi um símbolo que o Rei D. Manuel I escolheu para representar as descobertas marítimas. Simboliza as viagens dos navegadores portugueses pelo Mundo, nos séculos XV e XVI.

A etiqueta da bandeira

1. Ao ar livre, a bandeira iça-se ao nascer do sol e arria-se ao pôr-do-sol.

2. Deve ser içada com determinação e arriada com cerimónia.

3. Deve ser içada diariamente, desde que o tempo o permita, e em todos os feriados nacionais e datas comemorativas, nos edifícios públicos e de entidades nacionais – nos próprios edifícios ou perto deles.

4.Se é transportada com outra bandeira em desfiles ou paradas, a bandeira nacional é levada à direita da outra.

5. Se é transportada com outras bandeiras em desfiles ou paradas, a bandeira nacional é levada à frente da linha formada pelas outras bandeiras ou estandartes.

6. Nenhuma outra bandeira deve estar mais alta do que a bandeira nacional.

7. Quando é colocada numa janela ou noutro local semelhante, a parte verde deve estar à esquerda do observador.

8. Quando for colocada sem mastro junto a um orador deve estar atrás e por cima da sua cabeça.

Curiosidades
No Responses to “A bandeira de Portugal”

Leave a Reply