46% dos Espanhóis quer a União Ibérica

01/07/2007 2 Comentários por
 

esp_polvo.jpg

A revista espanhola Tiempo, lançou mais uma acha para a fogueira da discussão eterna sobre a União Ibérica, tantas vezes tentada e sempre falhada, por força da oposição portuguesa a esse movimento.

Há que considerar que o movimento iberista português – à frente do qual, e a acreditar na imprensa parecem estar entidades ligadas ao Partido Socialista, ao Partido Social Democrata e a ramos da Maçonaria – sempre afirmou que os seus intentos unificadores têm por objectivo criar uma espécie de confederação em que as características específicas de Portugal sejam garantidas e preservadas, mantendo o país a sua identidade própria.

A sondagem agora publicada pela revista Tiempo no entanto, apresenta resultados muito interessantes.

Assim: 46% dos espanhóis é favorável à criação de uma entidade ibérica. No entanto, a maioria desses mesmos entrevistados afirma claramente (96% dos que exprimiram opinião) que a capital desse país deverá continuar a ser Madrid. Também acham que o país deve continuar a ser uma monarquia (na proporção de 5 monárquicos para cada três republicanos) e que naturalmente o Rei deverá continuar a ser Juan Carlos de Bourbon, o monarca espanhol, de origem francesa.

Pelos resultados da sondagem, e pela forma que a unificação ibérica parece tomar junto dos espanhóis, e que é um movimento de um só sentido, é também evidente que no caso linguístico, a Espanha considera que a língua oficial de tal país, será necessariamente e sem qualquer possibilidade de discussão, a língua castelhana.

Parte da Espanha, vê com alguma desconfiança a existência de línguas regionais, mas aceita-as contra a vontade. A língua portuguesa seria naturalmente tolerada em Portugal, desde que a língua castelhana – tida pelos espanhóis, como língua de cultura muito superior a qualquer outra – seja a língua oficial, e que os portugueses como é óbvio sejam obrigados a falar castelhano se quiserem encontrar um emprego.

O ibérismo português, parece assim, muito mais decorrente do enorme desconhecimento da realidade espanhola, e da vontade de algumas das elites portuguesas de conseguir um emprego bem pago na administração central, do que de qualquer intuito renovador para Portugal.

A Sondagem espanhola, coloca pontos nos ís, e dá uma ideia correcta aos portugueses do que podem esperar se um dia decidirem desistir de Portugal.

 

franco_39.jpg

Franco no desfile da vitória [1]

======================================
[1] «Ahora, a Portugal» – A Falange pediu a Franco em 1939 que invadisse Portugal para criar a Espanha Imperial, e até 1942 manteve essa aspiração, enquanto o Nazismo alemão ganhava batalhas. O ódio a Portugal no entanto não morreu, e Portugal continua a ser considerado um país ilegítimo sem o direito a existir. As ideias da Falange, e a sua visão distorcida da História, embora disfarçadas, continuam a ser ensinadas nos institutos militares espanhóis até hoje.

Visto em: www.areamilitar.net

 

Notícias

2 Responses to “46% dos Espanhóis quer a União Ibérica”

  1. Luis says:

    Discordo completamente com esta “União Ibérica”. Portugal seria engolido de imediato por Espanha. Perderiamos a nossa identidade, aquilo que por muitos morreram.
    Se por acaso esta união alguma vez acontecer, quase que tenho a certeza, que uma guerra civil teria começo. Eu eu estaria nela, pois eu não vou desistir do meu país, por nada neste mundo!

    Abraços…

  2. Gonçalo Santos says:

    A ideia fora de preconceitos e egocentrismos de uma Ibéria Unida, é por si mesmo lógica e inteligente. No entanto há várias retificações a fazer á posição dos Espanhois sondados, que evidentemente não reflectem o pensamento mais elevado Espanhol, mas sim os resquícios de um complexo de superioridade medieval vestida com desejos imperiais e de desejo de domínio dos demais.
    A União Ibérica teria necessáriamente que ser uma federação, sem uma capital. Obviamente que a capital não seria Madrid, nem a Língua oficial o Espanhol, que de superior a outras não tem nada. tem sim as suas Expecificidades tal como o Português e tantas outras línguas, com seus defeitos e virtudes. A União Ibérica, ou Ibéria teria sim uma capital Binária,Lisboa e Madrid, portanto uma federação constituida por duas nações soberanas, Em relação ao Rei espanhol ser soberano nessa federação, nem merece comentários!! Espanhol e Português deveriam ser disciplinas principais em ambos os estados, indiferenciadamente. aliás já acontece junto á fronteira várias escolas Espanholas ensinarem Português!

Leave a Reply